quinta-feira, 7 de outubro de 2010

Muda atrasada e fichas de julgamento

Após seleccionar as aves para exposição (quase trinta nas diferentes raças que crio) e de as colocar em gaiolas individuais, o que fiz nos inícios de Setembro, tenho acompanhado a evolução das mesmas atentamente, havendo um factor que me tem causado alguma preocupação: as aves estão atrasadas na muda da pena. Em conversas com outros criadores o problema parece ser quase geral, o que é grave, principalmente para quem pretende concorrer em exposições a ter lugar no presente mês ou no inicio do próximo, o que é o meu caso.
Posso dizer que mais de metade das aves seleccionadas estão ainda com a muda muito atrasada, o que é, justamente, penalizado na avaliação da ave e, muitas vezes, impeditivo que a mesma se apresente a concurso. Espero que os juízes sejam condescentes com aves que apresentem a muda quase terminada, pois, caso contrário, quem irá sofrer é a exposição em si, com aves de menor qualidade a pontuarem melhor que aves de maior qualidade. Obviamente que os juízes defendem-se anotando nas fichas de julgamento que a ave se encontrava em muda, mas para um observador anónimo e menos conhecedor, esse facto pode passar-lhe despercebido, nos casos em que a ficha de julgamento não esteja fixada junto à ave. Esta situação devia ser obrigatória, até para os criadores compararem as avaliações nos diferentes ítens das suas aves (relativamente às aves concorrentes). Muitos clubes, teimam, sabe-se lá com que interesses, em manter as fichas de julgamento na gaveta, facto que não devia ser permitido pelas federações e pelos próprios juízes que são os mais beneficiados com a publicação da sua avaliação.
A comparação das avaliações dos juízes é um factor interessantíssimo de aprendizagem e, muitas vezes pode explicar julgamentos, aparentemente, absurdos. Esta nota que fique à atenção e consideração das direcções dos clubes e associações.
Relativamente às minhas aves, o atraso na muda da pena foi mais um contratempo numa época pouco feliz. Não quero cair na desculpa fácil de dizer que as aves melhores ainda não mudaram (o que não é de todo verdade, nas melhores umas mudaram outras não), mas o facto de ter menos aves por onde escolher já é, por si só, um grave inconveniente. Daqui a quinze dias, sensivelmente, espero visitar a exposição da Associação Orn. Coimbra, fim-de-semana onde irei entregar as aves que irão marcar presença na Expo-Ave organizada pelo Clube Orn. Beira Litoral. Mais que a exposição, o importante é a confraternização com os amigos que se vão fazendo ao longo dos anos.

2 comentários:

moranguito_Edu disse...

Boa noite;
De facto a mim também me aconteceu,a muda da pena atrasar um pouco,mas já está normalizado,o que é importante,porque terei que entregar as aves dia 24 na Povoa do Varzim.
Espero que tudo lhe corra como deseja e que consiga atingir os seus objectivos!
Cumprimentos
Eduardo Garcia

José Santos disse...

Boa tarde e, desde já, boa sorte para a exposição que se avizinha. De facto a muda está muito atrasada ainda e a data para a inscrição das aves no COBL termina já no dia 15. Irei inscrever algumas aves, mantendo a incerteza de algumas na sua participação. Enfim, até ao momento é o que se pode arranjar!

Um abraço
José Santos